Bem-vindo à página do Provedor de Justiça - Na Defesa do Cidadão

Nota à navegação com tecnologias de apoio

Nesta página encontra 2 elementos auxiliares de navegação: motor de busca (tecla de atalho 1) | Saltar para o conteúdo (tecla de atalho 2)
Provedor de Justiça - Na Defesa do Cidadão
NCID
Os teus Direitos

E agora vamos falar sobre DIREITOS…

Os Direitos da Criança encontram-se num documento que se chama “Convenção dos Direitos da Criança” e que foi assinado por quase todos os países do mundo.
Se achas que estes direitos já não são para ti, estás enganado porque, de acordo com a Convenção, és criança até teres completado 18 anos! É verdade!!!

Vem, então, conhecer alguns dos teus Direitos:

- Não discriminação (Art. 2º da Convenção)
Os direitos da Criança devem ser respeitados e garantidos independentemente da sua raça, sexo, país onde nasceu, língua que fala, riqueza ou pobreza e da sua condição física. As crianças podem ser diferentes, mas têm todas os mesmos Direitos!

- Superior interesse da Criança (Art. 3º da Convenção)
O adulto responsável pela criança (seja da sua família ou não) deve sempre fazer o que for melhor para ela.

- Vida (Art. 6º da Convenção)
Toda a gente deve reconhecer que toda a criança tem direito à vida e cabe ao Estado assegurar a sua sobrevivência e desenvolvimento.

- Nome e Nacionalidade (Art.7º da Convenção)
Toda a criança tem direito a ter um nome, uma nacionalidade (ser cidadão de um país) e a ser registada.

- Não separação dos pais (Art. 9º da Convenção)
Uma criança não pode ser separada dos seus pais, exceto ser for para seu próprio bem, por exemplo se os pais a maltratarem ou não cuidarem bem dela.
Mesmo que os pais estejam separados a criança tem o direito de manter contato com ambos, desde que isso não a prejudique.

  seguinte
Acessibilidade
©2012 Provedor de Justiça - Todos os direitos reservados